Anterior

RP cumpre mandado de prisão e prende homem em Olho d’Água das Flores

05/12/2017

Anterior

Próxima

Ocupação hoteleira média chega a mais de 90% neste feriadão em Alagoas

05/12/2017

Próxima
05/12/2017 - 14:59
Ações policiais com prisões em flagrante aumentam 77,8% no Sertão de Alagoas

Mais de duas toneladas de drogas já foram apreendidas este ano na região por causa de atuação da força de Segurança Pública
Por: Texto de Vanessa Siqueira e Amélia Sandes
 Foto: Ascom 

Dados estatísticos mostram melhora na segurança dos municípios do Sertão de Alagoas. Um exemplo é o número de prisões em flagrante, que aumentou 77,8% entre janeiro e novembro deste ano, em comparação com 2016.

Segundo o Núcleo de Estatística e Análise Criminal (NEAC), da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), de janeiro a novembro deste ano as polícias do Sertão apreenderam 2.186 quilos de maconha e 500 gramas de cocaína, muito mais do que em 2016, quando a quantidade de drogas apreendidas não chegou a 10% do total já registrado este ano. Além disso, em 2017 houve redução de 3,1% no número de roubo de motocicletas e aumento de 77,8% no número de prisões em flagrante.

A 4ª Região Integrada de Segurança Pública (4ª RISP), é composta por 27 municípios, que se estendem de Santana do Ipanema a Mata Grande e de Pão de Açúcar a Delmiro Gouveia. São responsáveis pela segurança da região o 7º e 9º Batalhão da Polícia Militar, além dos batalhões especializados, o Pelotão de Operações Especiais (Pelopes) e a Companhia de Operações Especiais do Sertão (Copes) e mais recente, a Força Tarefa de Segurança Pública. Além deles, há atuação das Delegacias Regionais de Polícia Civil e dos Distritos Policiais situados nos municípios.  

Um dos batalhões que contribuíram para o sucesso das ações na região foi a Companhia de Operações Policiais Especiais do Sertão (Copes-Caatinga). Ela é considerada o batalhão de elite da caatinga alagoana por atuar enfrentando assaltantes de bancos e traficantes de drogas. Junto com as demais forças policiais que atuam na região, a Copes vem conseguindo realizar prisões, diminuir roubos e dar mais sensação de segurança aos sertanejos.

 


 

Na mais recente edição do Governo Presente, realizada entre os dias 23 e 25 de novembro, duas novas viaturas foram entregues à Companhia, com o objetivo de fortalecer a sua operacionalidade.  

O subcomandante do 9º Batalhão da Polícia Militar, capitão Wilson dos Santos, disse que este ano o Sertão apresentou melhora significativa nos índices de segurança, o que se reflete em mais tranquilidade para a população. 

“Fazemos rondas preventivas, trabalhamos junto ao pessoal de Inteligência e a população do Sertão é muito receptiva. Recebemos muita informação sobre drogas”, destacou o capitão que também mostra aprovação nos investimentos feitos em sua corporação. “Tenho 25 anos de polícia e é a primeira vez que vejo a construção de quartéis. É uma diferença muito grande”, salientou.

Para o secretário em exercício da Segurança Pública, Manoel Acácio Júnior, os investimentos na região serão muito importantes para dar continuidade às ações integradas de combate ao crime na região.

“A Copes tem ajudado muito a Polícia Militar e por ser especializada tem fundamental importância para a região. A Força Tarefa, que agora atuará em Delmiro Gouveia e Mata Grande, também será muito importante, assim como o Cisp, que trará benefícios não só para a população como também aos policiais civis e militares que irão trabalhar lá”, afirmou.

O comandante do Policiamento de Área do Interior (CPAI – I), coronel Walter do Valle, destacou que a região representa uma das maiores reduções de criminalidade do Estado, fruto do trabalho integrado que vem sendo realizado pelas Polícias Civil e Militar.

 


 

“São 27 municípios que compõem a região, é uma área complicada, mas os trabalhos dos militares comandados pelo coronel Genival, no 7º Batalhão, e do 9º Batalhão, comandados pelo Major Anaximandro, tem resgatado a diminuição da violência. Tenho certeza de que aqui na área do 9º Batalhão, com a criação do Cisp em Mata Grande e futuramente com o de Pão de Açúcar, o CPAI terá uma nova pujança. A Força Tarefa é um indicador específico que mostra o trabalho ostensivo e tenho certeza de que em Delmiro Gouveia e Mata Grande teremos reduções significantes de roubos e também outros crimes praticados no Alto Sertão”, completou.

A Força Tarefa de Segurança foi implantada em Delmiro Gouveia e em Mata Grande também durante o Governo Presente no Sertão. Os policiais da região sertaneja aprovaram o serviço que paga policiais para tirar plantão durante suas folgas. A Força Tarefa inibe atuação de criminosos e leva mais tranquilidade à população.

“Aqui no sertão a adesão foi em massa. Além do complemento de renda, a Força Tarefa traz mais segurança para a cidade. É uma melhora excepcional porque o Copes pode concentrar mais em suas ações enquanto a Força Tarefa faz o serviço itinerante”, explicou o capitão Marcos Ribeiro, comandante do Copes.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.