Anterior

CANAPI: PRF prende homem sem CNH que estava conduzindo moto embriagado

12/03/2018

Anterior

Próxima

Isnaldo Bulhões assina convênio do Internet para Todos para gerar desenvolvimento em Santana do Ipanema

12/03/2018

Próxima
12/03/2018 - 19:22
PRF prende sete pessoas durante o fim de semana nas BRs de Alagoas

Os crimes que motivaram as ações foram embriaguez ao volante, tráfico de drogas, corrupção ativa e uso de documento falso.
Por: Redação Sertão na Hora

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu sete pessoas durante o fim de semana nas rodovias federais que cortam Alagoas. As ações aconteceram entre a sexta-feira (09) e o domingo (11). Uma mulher foi presa por tráfico de drogas, um homem por corrupção ativa e outro por usar habilitação falsa e quatro condutores foram presos por dirigir embriagados.

Os flagrantes começaram no fim da tarde da sexta-feira (09). Por volta das 17horas, policiais rodoviários federais receberam informação de policiais da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) da Polícia Civil de Alagoas de que havia uma suspeita de que uma mulher se deslocava de Maceió para Palmeira dos Índios com drogas. Os agentes federais iniciaram uma fiscalização aos transportes de passageiros que chegavam na Rodoviária de Palmeira dos Índios e ao abordar um Fiat/Ducato, cor branca, perceberam nervosismo em uma das passageiras.

Ao fazer uma busca pelo veículo, encontraram uma sacola de viagem com 6 kg de maconha e 250gramas de crack. A mulher, de 29 anos, que já tinha passagem pela polícia por furto e tráfico de drogas, confessou que havia recebido R$200 para transportar a droga e foi presa em flagrante.

Mais tarde, ainda na sexta-feira, a PRF é acionada para atender um acidente grave ocorrido na BR316, em Pilar. A colisão lateral envolvia três veículos, sendo um de duas rodas, e havia sido causada pelo condutor do VW/ Gol, de cor branca. A condutora da motocicleta havia sido socorrida em estado grave, mas faleceu no caminho do hospital. Ao realizar o teste de etilômetro nos condutores envolvidos, foi constatado que o motorista do Gol, de 54 anos, estava com teor alcoólico de 1,31 mg/l em seu organismo. Ele foi preso por homicídio culposo na direção de veículo automotor e embriaguez ao volante.

Já na madrugada do sábado (10), a PRF foi acionada para atender mais um acidente, agora na BR 101, em Teotônio Vilela. A colisão entre um caminhão e uma motocicleta Honda/CG 150 Fan não resultou em vítimas. Ao realizar o teste de etilômetro nos envolvidos, foi constatado que o condutor do veículo de duas rodas, de 21 anos, havia ingerido bebida alcoólica, estando com índice de 0,78 mg/l. Além disso ele não possuía habilitação para conduzir veículo automotor. Ele foi preso e encaminhado à Delegacia de São Miguel dos Campos.

No sábado (10) a tarde, uma equipe de policiais fiscalizava a BR 316, em Palmeira dos Índios, quando avistou uma motocicleta Honda/CG 150 Titan, placa de Olinda/PE, transitando pela rodovia com condutor e passageiro sem capacetes de segurança. De imediato os agentes pararam o veículo e solicitaram a documentação dos usuários. O condutor, visivelmente bêbado, não portava nenhum documento pessoal. Ao realizar nele o teste de etilômetro foi confirmada a suspeita de embriaguez. O homem, de 41 anos, estava com teor alcoólico de 0,50 mg/l no organismo, não possuía habilitação e foi preso. Enquanto isso, o passageiro que era proprietário do veículo, tentava justificar diversas irregularidades encontradas na motocicleta. Ao ser informado pelos policiais de que seu veículo ia ficar recolhido no pátio da PRF, o homem, de 44 anos, ofereceu R$50 para seguir viagem. Ele foi preso por corrupção ativa e encaminhado junto com o condutor embriagado à Delegacia de Palmeira dos Índios.

As duas últimas prisões aconteceram no domingo (11). Pela manhã, durante fiscalização na BR 101, em São Sebastião, PRFs abordaram uma kombi, placa de Mutuipe/BA. Ao realizar consulta à carteira nacional de habilitação (CNH) apresentada pelo motorista do veículo, os policiais verificaram que tratava-se de um documento falso. Ao conversar com o homem, de 38 anos, sobre a origem daquele documento, ele acabou confessando que havia comprado a habilitação em São Paulo por R$2.500. Ele foi preso por usar documento falso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Penedo.

Já no fim da tarde, agora na BR316, em Canapi, foi feita a quarta prisão por embriaguez do fim de semana. Clique aqui e veja a matéria.






Link:




Deixe seu comentário



Newsletter
Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.